quarta-feira, 26 de junho de 2013

Lindinhos no facebook

Há sempre um sonso para uma cínica.

Observar certas fotografias amorosas online, faz-me espécie.

Juras de amor. "És tudo, que eu sempre desejei", "Amo-te", "Sou tão feliz ao teu lado"... E o que os une, é tudo menos amor.

Mini-coquetes, que agarram aquele porque acham que podem ganhar algo com aquilo. Aquilo que agarra coquete, porque senão morria virgem. Oh pá!!! Como é que há pessoas que vivem mentiras declaradas? Com tanta gente careca de saber, que aquilo é só fachada, e mesmo assim, fazem propaganda disso... A minha questão é, que não consigo perceber gente assim.

Às vezes apetecia-me ir lá e escrever "Ai é? É só amor? E quando o traíste com X?"... Mas tenho pena das pessoas. Incrível como consigo ter pena de gente assim. E por vezes até caio no ridículo de pensar "coitado do rapaz com uma namorada assim...", mas depois tudo se dissipa. "Coitado?! Há tantos anos?!", é porque quer, é porque não é tão coitado assim, é porque sabe e faz de conta, é porque também consegue viver assim, é porque se merecem. Vou continuar a não os compreender, deixa-los para lá e bora rodar a cronologia para ver se surgem outras fotos que valham a pena, de VERDADEIRO AMOR.

A acrescentar, tenho também que dizer, que para mim banalizar um "amo-te" é pecado. Como há quem seja capaz de o fazer?!...
Criminosos!!!!!!! Love you all. (porque a vida já me ensinou a pagar-lhes com a mesma moeda.)

Sem comentários:

Enviar um comentário